Porta panetone para presentearfeatured

Esta semana fiz um porta panetone para dar de presente, quando lembrei de tirar a foto a pessoa já estava até usando… kkk tirei foto para voces verem como é simples e como ficou bonito!

Ele é sextavado, então apliquei a tecnica do craquelê nas laterais, intercalando com papel com motivos natalinos

Apliquei com cola quente uma sianinha dourada no contorno embaixo da peça

E com a tinta relevo fiz pequenos pinguinhos contornando a parte de cima. Natal tem que ter muito brilho né gente!

Aqui tem outra idéia de porta panetone que vou tentar fazer : http://presentespersonalizados.jimdo.com/porta-panetone-sextavado/

E de curiosidade, aí vai a história do panetone: Da Itália para o mundo


Conta a história mais famosa sobre a criação do panetone, que um jovem morador da cidade de Milão no século XV, apaixona-se pela filha de um padeiro, buscando uma maneira de surpreender o pai da moça, que não aceitava o namoro, ele se disfarça de ajudante de padeiro e cria um pão doce. O pão tornou-se destaque na padaria pelo seu tamanho incomum para a época e por apresentar, no seu ápice, a figura moldada de uma cúpula de igreja.
O jovem criador desta deliciosa receita, hoje apreciada por pessoas de diversos países, atribuiu a autoria da receita a Toni, o pai da moça. O movimento da padaria cresceu significativamente e os clientes pediam pelo “pão de toni”. O nome deste pão doce sofreu algumas modificações, até ser denominado como atualmente: panetone.
Não se sabe se esta lenda é verídica ou não, no entanto, a autêntica receita do panetone aprimorou-se pelos séculos, através de novas técnicas de preparação e melhoria das matérias primas utilizadas. Milão, cidade localizada ao Norte da Itália, foi a grande irradiadora da tradição de consumir panetones nas festas natalinas, a qual estendeu-se para as cidades do sul da Itália e alastrou-se para os demais países do mundo.
As inovações
Já no mês de outubro as vendas de panetone começam esquentar. As empresas investem em novidades para atrair os clientes menos tradicionais, ou o público infaltil, que não são muito adeptos ao panetone comum.
Nos últimos anos os panetones tradicionais vem dividindo espaço nas prateleiras com panetones recheados de mousse de chocolate preto e branco, floresta – negra, coca-cola, sorvete e as duas últimas invenções doce de leite e goiabada. A invenção do jovem italiano se adaptou aos gostos brasileiros e virou febre no nosso natal.

Por Olga Defavari

Beijos a todos e FELIZ NATAL!!!

Sobre o autor

Marcia Cunha

Contadora por formação e arteira de coração. Márcia Cunha nasceu no Paraná, começou no mundo da Blogosfera como um hobby e decidiu compartilhar suas ideias, projetos que inventa para decorar sua casa e suas receitas que testa nos finais de semana para os amigos.

DEIXE UM COMENTÁRIO